Conheça a importância do projeto de impermeabilização

1893 VISUALIZAÇÕES
Construção e Reformas imagem principal blog

Problemas de umidade e mofo dentro da casa podem gerar muita dor de cabeça. Com a intenção de proteger as estruturas de aço e demais itens dentro da residência dos efeitos da água e vapores, a impermeabilização veda os materiais, entregando resistência e durabilidade. O projeto de impermeabilização é altamente recomendado nos primórdios, juntamente a outros processos de edificação, para que possa ser elaborado como se dará a execução durante a obra.

Por contenção de gastos, muita gente deixa essa etapa importantíssima de fora da construção, até mesmo por estar fora do alcance visual após a obra. Mas o que poucos se atentam é que o projeto de impermeabilização torna os ambientes mais adequados para convivência, prevenindo de possíveis doenças respiratórias que são atraídas pelas condições insalubres trazidas pelos agentes da água e poluentes já existentes no ar, além, é claro, de prejuízos financeiros para restaurar os danos. Todo o custo para o projeto, se feito no início, representa em média 1 a 3% do custo da obra, mas se deixado para mais tarde, esse valor pode chegar a 25% do valor total da obra.

A normalização do projeto de impermeabilização no Brasil

projeto de impermeabilização: como funciona

A impermeabilização ganhou destaque especial com as obras do metrô de São Paulo, iniciadas em 1968. As petições para que fossem criadas normas para o sistema foram enviadas por meio de reuniões na ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e a primeira norma veio a ser publicada em 1975, ano em que chegou ao Brasil o Instituto Brasileiro de Impermeabilização, que dissemina a importância do projeto.

Em 2003, entrou em vigor a NBR 9575, norma de seleção e projeto de impermeabilização, normalizando diversos conceitos e tipos do processo. Agora obrigatório, construtoras e incorporadoras passaram a repensar no projeto e na essencial aplicação, focando, principalmente, na durabilidade da edificação em questão.

Os tipos de projeto de impermeabilização

Usados em quase todas as áreas da construção (lajes, piscinas, paredes de contenção, subsolos, fundações, áreas molháveis), os impermeabilizantes estão divididos em várias versões no mercado. Mas, em geral, encontram-se em dois tipos: flexíveis e rígidos.

Impermeabilizante flexível

Indicado para casos de fissuras, locais com variações térmicas significativas, fortes vibrações e/ou exposição ao sol. Áreas como varandas, coberturas, de reservatório de água superior, pisos e lajes, o recomendado é a utilização de mantas e membranas de elastômeros e polímeros.

Impermeabilizante rígido

Não é recomendado para os mesmos locais que o anterior, já que não suporta variações térmicas, vibrações e não atua lado a lado com a estrutura da edificação. Altamente indicado para áreas com cargas estabilizadas (reservatório de água inferior, piscina enterrada, poço de elevador e etc.).

As divisões do projeto

Para validar o projeto de impermeabilização, deverão ser executadas duas divisões dele, de acordo com a NBR 9575. O primeiro deles, projeto básico, conta com a localização das impermeabilizações, detalhes da construção e memorial da tipologia de impermeabilização usada.

Já o projeto executivo traz, na sua concepção, o quantitativo de materiais, planilhas descritivas dos materiais, representação do sistema de escolha, trajeto e detalhamento da execução e o total de serviços.

A execução do projeto de impermeabilização

Algumas atitudes são fundamentais durante a execução do projeto. O primeiro passo é checar se a planta do projeto está de acordo com as normas da NBR 9575. Tendo a certeza, qualifique o projeto de impermeabilização entre rígido ou flexível e, logo após, avalie o local onde será aplicado e as possíveis movimentações do terreno.

Lembre-se de respeitar todos os detalhes previamente especificados. Muitas vezes, a importância da aplicação do projeto, como já citado anteriormente, não é tão presente na vida das pessoas.

As mantas asfálticas

Indicada para estruturas sujeitas a fissuras e movimentações e encontrada nas lojas da Chatuba, a manta asfáltica é um dos materiais mais usados para executar o projeto de impermeabilização. O produto possui grande resistência mecânica pela presença de filamentos de poliéster ou véu de fibra de vidro, recoberto por um composto asfáltico.

O local mais indicado para comprar o necessário para uma boa execução do seu projeto de impermeabilização é uma loja de material de construção. Na Chatuba Materiais de Construção, você encontra os melhores materiais de construção  pensados na qualidade e na economia. Vá até uma loja perto de você e confira nossas ofertas.

Links úteis:
lojas de materiais de construção rj
materiais de construção rj

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM